Quem somos… Ou melhor, quem Eu Sou?

Hipátia III é o meu cognome, recebido em 1981 ao me tornar membro do Instituto Né0-Pitagórico/ Curitiba/PR/Brasil.

Brasileira, casada há 40 anos, 03 filhos, paulista de nascimento e moradora de Alto Paraíso de Goiás/GO desde 1993, atualmente com 70 anos de idade, graduada em Psicologia, com Especialização nas áreas Industrial, Educacional e Clínica; e pós-graduada em Gestão de Saúde Mental/UnB-DF; atualmente aposentada.

Além de Psicóloga com preponderância na linha da Terapia Rogeriana durante muitos anos, tanto em meu consultório particular, como também como funcionária pública, atuei igualmente e dentre outras, em áreas administrativas municipais, tais como: Secretária Executiva, Coordenadora de Saúde Mental, Secretária de Saúde e Diretora de Núcleo de Atenção Psicossocial (NAPS).

Artista Plástica (Pintura sobre Telas), Artesã (variedade diversificada) e Poetisa desde os 12 anos, com percepção extra-sensorial desperta desde os 7, minha personalidade romântica e sensível me levaram a escrever três livros, dando vazão à minha criatividade e tendências literárias: (1) “Viver é uma Maravilha” – uma espécie de autobiografia de paranormalidade, no qual cito inúmeras experiências ocorridas durante toda minha vida, sobre as quais a melhor forma de explica-las é fazendo uso da célebre frase de Willian Shakespeare, quando disse que “Há mais coisas entre o céu e a Terra, do que pode imaginar nossa vã filosofia”. (2) “Sob as Sombras de Uma Árvore” – uma obra de ficção que consiste num diálogo entre mim e meu ‘Eu Superior’,  envolvendo costumes, crenças, dogmas, frases célebres, ideias, etc., focando principalmente a civilização atual, com mudanças de paradigmas, visões novas ou ainda desmistificações de condicionamentos que nos foram passados ao longo dos séculos, como por exemplo parábolas bíblicas com inclinações de manipulações tendenciosas, clareadas em seu mais lógico significado); e (3) “Fases da Vida” – poesias de estilos diversos, como marcas das “fases” da minha própria vida, variando entre poemas de amor, até chamadas à consciência num enfoque mais espiritual (livros estes ainda não devidamente editados).

No Prefácio de meu livro de Poesias, deixo transparecer meu amor pela literatura através das seguintes palavras: “…pois o dia que de escrever eu parar, estancarão também em mim as “batidas” que caracterizam “vida em meu ser…” – mostrando aí que a arte de escrever, vem da profundidade de meu ser, sejam suas obras editadas ou não…

Num processo de “prestação de serviços aos cosmos”, também atuei como coordenadora e organizadora de eventos no que concerne a palestras de cunhos esotéricos e científicos com enfoques atuais sobre mudanças climáticas e assuntos afins.

E foi dentro deste contexto disso tudo que “Eu Sou”, que coloquei minha criatividade nos dados compilados em pesquisas diversas, dando origem ao meu Blog Segredos do Planeta Shan, o qual reescrevo seu contexto neste site denominado “Guia Místico”, com inovações e atualizações necessárias para o bom entendimento do amigo leitor.

Rosa Maria Val Benes

Hipatia III

Facebook

Publicidade

Mais uma distopia referente à “redução populacional”, o filme O PREÇO DO AMANHÃ mostra que a maioria da população (os pobres) devem morrer; enquanto que uma minoria (os ricos) devem dominar o sistema financeiro e a civilização como um todo!

Uma sociedade distópica, onde comida, dinheiro, sexo, drogas e diversões são os pontos altos, só que isso pode durar até os 30 anos de idade. Após isso o indivíduo deixa de existir. “Redução Populacional”?

Será “ficção” ou uma “projeção” para uma realidade futura? Verdade é que trata-se de um filme de “redução populacional” de forma chocante, com enganos e mentiras de um regime duro, impiedoso e ditatorial. Situação que parece não estar muito além de nossa realidade. Até porque a “câmara mortuária” do filme se parece muito com a recente “cápsula do suicídio” (ver artigo nesse site!)